Composto de Vitaminas e Minerais

Vitaminas e minerais desempenham funções de suma importância para o organismo manter-se saudável. Muitas vezes apenas a alimentação não é capaz de suprir a necessidade de todas as vitaminas que o organismo necessita, por isso uma suplementação torna-se ideal.

As vitaminas são moléculas orgânicas conhecidas como catalisadores no organismo. Um catalisador corresponde a uma substância que permite que uma reação química ocorra em menor tempo e com menos gasto de energia. Quando o organismo sofre com a falta de algum tipo específico de vitamina, suas funções normais podem entrar em colapso, deixando-o suscetível a  doenças.

Os minerais são antioxidantes que funcionam como uma defesa natural contra radicais livres que possuem efeitos degenerativos, como envelhecimento e lesões celulares. A falta de minerais no organismo em quantidades recomendadas pode gerar predisposição a dores de cabeça, insônia, irritabilidade e desenvolvimento constante de doenças como viroses e infecções.

Vitamina D3

A vitamina D3 é conhecida por seu papel fundamental na regulação e a manutenção dos níveis de cálcio e fósforo no sangue, aumentando a capacidade intestinal, minimizando a perda renal e estimulando a reabsorção óssea, quando necessário. Nos alimentos, podemos encontrar a vitamina D3 em óleos de fígado de peixe (bacalhau e o atum), sardinhas, fígado de mamíferos, ovos e produtos lácteos, sendo o leite o principal. Além disso, em humanos e animais também é possível obter a vitamina D3 proveniente da exposição solar. 

Vitamina C

A vitamina C é essencial para os seres humanos, pois age como antioxidante, protegendo as células. Em humanos, participa de diversas funções específicas como a redução da sucessibilidade a infecções, aumentando a produção de glóbulos brancos, o que fortalece o sistema imunológico. Na alimentação, podemos encontrar vitamina C principalmente nas frutas e outros vegetais, como por exemplo o limão siciliano, o kiwi, a laranja e principalmente a acerola.

Vitamina E

A vitamina E, assim como grande parte das vitaminas, é caracterizada como um antioxidante que inibe a atividade de radicais livres, além de melhorar a circulação sanguínea e facilitar a regeneração dos tecidos. O organismo não produz vitamina E naturalmente, por tal razão a suplementação e a boa alimentação são as formas de obtenção da mesma. Nos alimentos ela pode ser encontrada em vegetais como semente de avelã, castanhas e sementes de girassol.

Zinco quelato 

O zinco é um mineral presente em todas as partes do corpo e desempenhando diversas funções, dentre elas podemos destacar a sua participação em reações enzimáticas, seu papel na manutenção da qualidade da pele e do sistema imunológico e sua ligação com o metabolismo de proteínas, lipídeos, energia e carboidratos. Para obtenção humana pode ser encontrado em carnes como ostras, camarão, carne bovina e peixes, mas também está presente em vegetais e tubérculos, como grãos integrais e castanhas.

Selênio quelato

O selênio também desempenha um papel muito importante no organismo humano nas quantidades recomendadas, prevenindo alterações degenerativas no pâncreas, retardando o crescimento de tecido cancerígeno e protegendo o organismo de intoxicações causadas por metais como cádmio, chumbo e mercúrio. Uma das principais formas de obtenção do selênio é o leite materno, que possui seis vezes mais quantidades significativas que o leite de vaca.

Magnésio quelato 

O magnésio quelato tem como principal função participar do processo metabólico do cálcio, da vitamina C, fósforo, sódio e potássio, sendo muito procurado por pessoas que não conseguem suprir as necessidades ideais desse composto apenas com a alimentação. Além de promover um efeito analgésico natural, auxilia na melhora do tecido muscular e no desempenho durante a atividade física, tendo como campo de atuação o tecido nervoso e muscular. O magnésio está presente em frutas como banana, abacate e uva, além de grãos e derivados, como granola e aveia. 

Open chat
1
Olá! Podemos Ajudar?