Magnólia

Magnólia vem sendo utilizada desde 100 a.C. e representa imenso valor para medicina asiática. Pesquisadores japoneses afirmam que o medicamento possui mais efeito no organismo que a vitamina E como antioxidante, além de possuir potencial para tratar distúrbios mentais como a depressão.

Magnólia são árvores e arbustos cultivados para embelezar um ambiente, porém, na medicina chinesa são utilizados como medicamento por possuírem ação antioxidante, anti-stress e ansiolítica.

Os usos da magnólia ainda estão sendo estudados e recentemente ligaram o medicamento ao controle da ansiedade com o hormônio cortisol, associado à obesidade, diabetes, osteoporose e problemas de memória.

A dosagem atual do medicamento varia de 250 a 750 mg por dia, e deve-se tomar cuidado pois doses elevadas podem causar sonolência. 

Open chat
1
Olá! Podemos Ajudar?